domingo, 27 de dezembro de 2009

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Um feliz Natal

Uma mensagem especial. O David Fonseca lembrou-se de fazer uma versão genial de uma música dos Wham. Quem diria?
Um feliz Natal, e que seja partilhado com "someone special"!



Postal de Natal 2009 - Merry Christmas! - Videos David Fonseca

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Em sentido contrário



E mais uma vez a nossa Igreja volta a alterar cânones que proíbem...! Já não importa o quê, mas tudo o que se faz é proibir. Para quando uma mudança de mentalidade também lá em cima? Quando aparece "é possível X ou Y"?
No entanto, parece-me que nas bases da Igreja há mais vontade de permitir e menos vontade de proibir. Porque é que anda tudo em sentido contrário? É que me irrita isto! Ainda para mais a Igreja não existe para ser árbitro, mas para servir. Sim, a Igreja existe para SERVIR.

Papa altera cânones no Código de Direito Canónico
Carta Apostólica "Omium in mentem"

Mímica

Vencedor da noite:

TRÓIA

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Uma tapa

Se tentasse fazer um post juntando temas de conversa que uma só noite teve, fazia uma salada russa de temas. Alguns nem me deixarão dormir... Mas por isso é  que  é tão giro. E voltámos a jogar ao macaquinho chinês. Faltam luas, sim! ainda bem!
Bem-vinda openSUSE.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Foi Deus?


Aconteceu agora mesmo.

Vindo para casa em mais um táxi - estou farto de gastar dinheiro em transportes - ouvia a Rádio Renascença, estação ligada na carripana do homem, e estava uma senhora a falar de experiências marcantes. Falava muito e entretanto meteu pelo meio uma história. Era mais ou menos assim:

Um dia caiu-lhe um estendal na rua e ficou tudo em pantanas. A roupa, o estendal... tudo. A senhora tinha um vizinho que vivia nessa casa há meio mês, um jovem com pouco mais de 18 anos que quando viu aquilo disse-lhe: "O vizinha, não se preocupe que eu apanho-lhe isso e ponho-lhe isso direito." Dito e feito. Apanhou, consertou e voltou a por o estendal e a roupa direitinhos, tal como estavam antes de terem caído à rua (imagino que fosse um estendal daqueles que se penduram em paredes). Tal amabilidade de uma pessoa que não a conhecia mas que a ajudou prontamente levou-a a pensar e a dizer na emissão de rádio "Diga-me uma coisa, isto não é Deus?.

No meu banco de passageiro sorri - com aqueles sorrisos que incluem ar que sai pelo nariz - e pensei "Que engraçado! É tão bonito quando vemos Deus nas acções de outras pessoas!" E, diz logo o taxista "Esta gente é que é engraçada. Lá ia ser Deus a fazer estas coisas! Deus lá faz alguma coisa.!A gente que não faça nada que bem se trama."

Não quis eu confrontá-lo com a minha crença, nem sequer dizer-lhe que não concordava nada com o que ele disse. Se calhar foi porque não gostei do tom que disse isto. Apenas lhe respondi: "Olhe que tem piada o que ela disse..." O senhor não me respondeu a isto, pois deve ter percebido que achei mesmo engraçado o facto da senhora ter visto Deus num acto daqueles, ou como ela disse também na emissão em relação ao rapaz  que lhe "parecia Jesus".

Não acho que seja Deus que pega em marionetas e as faz trabalhar, não. Mas, a capacidade de ver num acto de solidariedade, bondoso, um gesto de Deus é algo que me deixa sempre muito encantado. Por isso que acredito que Deus actua em nós. E sim, há gestos, há pessoas e situações com as quais nós - crentes - conseguimos dizer: "Foi Deus."

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Kart Cross e Car Drift em Urgezes

Para além das muitas fotos que tirei, das entrevistas, das conversas engraçadas e da adrenalina que senti, ainda pude experimentar o terreno de jogo numa Nissan Pickup. Essa coisa aí em baixo na foto. Foi muito bom. Espero para a próxima poder experimentar o Celica, o ex-libris desta malta. Foi um prazer receber cá em Urgezes estes apaixonados do desporto automóvel. Obrigado por contribuírem para uma nobre causa de solidariedade (Sim, este show serviu para angariar uma porrada de comida para entregar a famílias carenciadas neste Natal). Venha a próxima!



sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Nothing ever happens



"I'm turning my head up and down
I'm turning turning turning turning turning around
And all that I can see is just another lemon tree"

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Quando menos esperas

Lá encontrei a música final do filme "A esperança está onde menos se espera", de Joaquim Leitão. A música, essa, é de Sir Scratch e foi produzida pelo Samuel, o Kid. Apesar do filme não ser nada de especial, tem grandes planos e grandes partes... É pena só que a história no global se paute por um lamechismo sem fim. Ainda assim safa-se também esta música final, bastante fácil de ficar no ouvido.




quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Os 75 anos da Acção Católica

Estive para escrever cá no passado domingo, a propósito do Aniversário da Acção Católica, ou melhor, do dia em que se festejou os 75 anos desta. Foi um prazer ter ido ao Porto naquele dia, não só pelo convívio com os restantes militantes do MCE que lá se encontravam, mas por ver tanta gente da Acção Católica, incluindo algumas caras que já não via há alguns tempos.
Como militante antigo do MCE, para mim a Acção Católica, a sua história e o seu contributo claro para o futuro da Igreja e do país são coisas que tenho bastante presentes. E foi bom ouvir um perito sobre "Acção Católica" - parece estranho existir tal -, Paulo Fontes, que foi militante do MCE mesmo no início (transitou da JEC se não me engano), e, como disse a pessoa que o introduziu, "foi o primeiro coordenador do MCE depois da junção entre JEC e JUC."

Depois, foi a vez do Bispo do Porto, D. António Clemente, discursar sobre a importância da Acção Católica, principalmente, no trabalho laical. E foi, provavelmente, a intervenção de que mais gostei. Clareza de ideias, um discurso fluído e perceptível onde foi falando de alguns podres da Igreja actual, com piadas pelo meio. Ainda ontem me lembrei de uma muito boa: a Fábrica da Igreja, que para ele deveria existir não para fazer edifícios e construcções mas para "fazer filhos de Deus - é para isso que serve a Fábrica - fabricar filhos de Deus". Também enviou alguns recados a padres, bispos e leigos, inclusivé os da Acção Católica.

A verdade é que conheço muita gente da Acção Católica que vive em constante luta armada - queixam-se que a Igreja não nos liga, que não nos apoia, que não nos dá Padres... Enfim, algumas até podem ter algum fundo de verdade, eu concordo, mas estamos na altura de passar a ter outra mentalidade. A mentalidade de luta da Acção Católica tem que ter uma componente de esperança e fé - afinal é Católica esta Acção. O futuro dos Cristãos passa por acreditarem que podem fazer muito com o pouco que têm. Penso que não há outra forma. E se nos identificamos com aqueles que menos têm e que mais sofrem, que moral teremos nós de exigir tanto quando acreditamos que os têm tão pouco podem também conseguir uma vida melhor, se forem preserverantes na fé e na esperança? O testemunho de Esperança; As pontes de Esperança com Outros; A encarnação dos valores de Cristo... é por isto que teremos de nos pautar. Ainda assim, não esquecendo a luta, não por nós, Movimentos, mas pelos que menos têm, pelos que mais precisam. A luta e a História não podem mesmo ser travadas.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Tudo ao molho e fé em Deus

Estou farto de "bola para a frente", tudo ao molho e fé em Deus. E não, não me refiro ao Vitória. Irra! Será difícil pensar nas coisas antes de as fazer? Planear, preparar, precaver... Fogo! Era uma lista infindável de verbos acabados em -ar e -er que só me andam a ***er o juízo. Deus queira que eu não seja assim. Serei?
"A mim que me importa" - diria o Aleixo.



domingo, 1 de novembro de 2009

I know you're somewhere out there...



Adoro a música e adoro o clip. E depois é Londres... sinceramente, para uma música assim, a cidade está perfeita! E tudo assim faz sentido.

Oh, hold still for a moment and I'll find you
I'm so close, I'm just a small step behind you girl
And I could hold you if you just stood still

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Thursday

Ah, e amanhã que dia será?

"Thursday I don't care about you"

"Thursday doesn't even start"

"Thursday never looking back" 

"Thursday watch the walls instead"

I don't care! Friday I'm in love!

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Eureka!

A passagem do filme Rio Bravo no CCVF, em Guimarães, despertou cá em casa mais uma conversa sobre "có -bóis"! Falando com o meu pai, grande fá de John Wayne, tentávamos (eu e o meu irmão) saber como se brincava aos "có-bóis". Acho que o importante era mesmo inventar um nome, ou pegar num nome de um actor e representar o papel de bom da fita - O mata índios - "Có-Bói".
O meu pai parece que era o John Wayne - o que é um orgulho... se a memória dele for verdadeira e não romântica para pensar que fazia sempre de grande herói (ainda bem que não fazia de James Dean, senão gabava-se da beleza). O outro nome que ouvimos que nem sei se existe soa a "Johny Mula". Ou era o Manel - amigo do meu pai - que inventava nomes destes, como o mítico Johny Mula (atenção! Para mim passou a existir um Johny Mula), ou então existe alguém com um nome muito parecido com o sujeito em cima.

Mas a grande descoberta, a Eureka da noite, surgiu quando lhe perguntei:

"- Oh pai, onde é que era o faroeste?
" E responde-me o meu pai, com naturalidade e seriedade: - Era onde é o Estádio do Vitória."

Eia! Está percebido o sentido da coisa. Aquilo ainda agora é o faroeste, e faroeste que é faroeste não se livra da fama... Andam lá espíritos índios a voar e há cada vez menosJohn Waynes. Ainda ontem, foram só índios, mas o Rui Wayne Miguel conseguiu impor algum respeito, mesmo na cartuchada final... Menos mal. Calámos alguns índios, principalmente um que andava pelo meio do faroeste, vestido de amarelo! Bandido!

Na imagem: Moreno, Nuno Assis e Rui Miguel

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Ai Saramago

Ainda bem que o "livro de maus costumes" ontem me desafiava a amar o meu inimigo, ou a amar os excluídos. É claramente um mau costume. Só uma má pessoa consegue isso.

Tenho pena de ti Saramago, que não consigas ver e sentir o Deus que eu vejo. O Deus verdadeiro. O Deus que nos é mostrado por Cristo, seu filho.

Perde-te lá nas noções dos deuses cruéis que a mim não me impressionas nem incomodas. Pobre de ti. Para o que vale, tens uma imaginação bem melhor do que a tua orientação ideológica. Mas pronto, cada burro com sua mania.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Shimbalaiê (Achei que merecia um post)


"Ser capitã desse mundo
Poder rodar sem fronteiras
Viver um ano em segundos
Não achar sonhos besteira"
PS: Já agora, a música foi composta quando Maria tinha 10 anos e gravada com 12 anos! Obra! Aqui está uma entrevista engraçada!

Farto da perseguição de uma reles novela

Esta semana saquei também um cd de alguém que eu julgava desconhecida. Tenho ouvido um pouco do CD mas fiquei-me repetidamente numa música, onde também já "guitarro!" Chama-se Maria Gádu a menina que interpreta o tema "Shimbalaiê". Se a versão estúdio é boa, a versão ao vivo encantou-me ainda mais!

Porém, hoje, e pela segunda vez, depois de Gato Fedorento a TV ficou ligada na SIC. Passado um pouco de começar a novela, estando eu na casa de banho a lavar as mãos (agora dizem para fazermos isso muito...) oiço "Shimbalaiê", e penso! Irra, pela segunda vez que ando com uma música brasileira na cabeça ela aparece numa novela da SIC que ainda nem sei o nome? Bela perseguição! Numa coisa concordo, - Bela banda sonora!

terça-feira, 13 de outubro de 2009

I'll go crazy if I don't go crazy tonight



Eu bem sabia que não era difícil voltar a viciar numa música dos U2 - a melhor do CD para mim. É desde há muitos anos a minha banda preferida e certamente continuará a ser... Agora ,só me faltam os bilhetes para ver uma performance como esta daqui a um ano, e completar uma espécie de sonho!

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

A vida é uma grande ilusão

E andava eu com esta música na cabeça - "Sei lá, a vida é uma grande ilusão" - e no fim de jantar começa uma novela da SIC com esta mesma música no genérico. Fiquei assim "Ah!?". No outro dia vi um concerto de Vinicius, Tom Jobim e Toquinho no Mezzo que foi fabuloso. Voltei a encontrar no youtube e aí fica uma linda parte - Garota de Ipanema e Sei lá. Mágico! Sim, convém dizer que sou um grande admirador de Vinicius de Moraes, "poeta e diplomata, o branco mais preto do Brasil"!

Tem dias que eu fico pensando na vida
E sinceramente não vejo saída
Como é por exemplo que dá pra entender
A gente mal nasce e começa a morrer
Depois da chegada vem sempre a partida
Porque não há nada sem separação

Sei lá, sei lá
A vida é uma grande ilusão
Sei lá, Sei lá
A vida tem sempre razão

A gente nem sabe que males se apronta
Fazendo de conta, fingindo esquecer
Que nada renasce antes que se acabe
E o sol que desponta tem que anoitecer
De nada adianta ficar-se de fora
A hora do sim é o descuido do não

Sei lá, sei lá
Só sei que é preciso paixão
Sei lá, sei lá
A vida tem sempre razão

terça-feira, 6 de outubro de 2009

"A sério? Tás a gozar!"


1095.
É este o número do meu convívio. Às vezes esqueço-me, é verdade. Mas não interessa isto.

Hoje fui a mais um encerramento, em Vila Verde, curiosamente, a cidade onde tinha ido pela primeira vez ver um encerramento...
Já temos mais duas convivas no nosso grupo de jovens, a Filipa e a Vanessa... E em todos os momentos daquele encerramento só pensava no meu. Na maluqueira que foi, na intensidade de alguns momentos, mas ,principalmente ,de quanto me diverti no Convívio Fraterno. Hoje revi algumas pessoas desse meu convívio e foi mesmo bom. Quando ia para lá não estava naquela onda de encontrar muita gente, e que me fizessem muitas perguntas... Mas, foi bom estar com eles. Até conheci a mãe do Yefer e do Larry, uma simpática Venezuelana que durante uma bonita e curta conversa me diz "Até quando caímos é bem mais fácil levantarmo-nos com a ajuda de Deus".
Entretanto, também tive que ser eu a contar-lhes da opção da Ângela, pois todos me perguntaram por ela... Até a Sãozinha perguntou, e de uma forma tão querida (própria da Sãozinha) que nem consigo escrever cá... O comum disto tudo foi ninguém acreditar à primeira.
Enfim. Foi uma noite bonita, sim. Penso que, tanto eu como o Talina, o Emanuel e a Joana (e a Carla?!) nos divertimos hoje, e isso foi o mais importante! A viagem para cá também ela foi bastante agradável, falando de literatura e de cinema... Mas, uma vez mais, só me lembrava do meu convívio. Era inevitável...

E assim termino, deixando uma sugestão aos meus caros colegas e amigos convivas que passam por este Blogue: Parem dois minutos para se lembrarem do vosso convívio. A sério. O objectivo não é pensarem se são boas ou más pessoas, e se se comprometeram a fazer coisas de que desistiram, mas é sim para pensarem nos momentos de felicidade desse mesmo convívio.
O meu foi bem feliz, espero que o vosso também tenha sido.

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Haja o que houver...

Depois de ver o Moulin Rouge, tal como já fiz menção aqui, consegui uma versão HD do filme. Fiquei maravilhado. Parece-me tão perfeito! As coisas em alta-definição têm mais piada. Na sexta-feira, o dia em que o revi não consegui chegar ao fim... por isso revi agora aquilo que não me lembrava tão bem, desde a última vez que vi. Deste fim fica sem dúvida uma frase, uma música, um pensamento, acima de tudo:

Come what may...

Já agora, para aqueles que me iam perguntando: "Então, que nota tiraste?" posso responder que terminei o curso. É o fim de uma etapa espectacular, de um dos melhores tempos da minha vida.: o tempo de estudante a full-time. Estou a dá-lo como encerrado, mas ainda pretendo tirar o mestrado, por isso apenas o full-time vai à vida. Enfim, se um dia tiver paciência lá escreverei um extenso texto sobre este meu tempo... Aquilo que mais aprendi, o que mais gostei, aquilo de que vou sentir mais saudades e, claro, o revés da moeda.
Finalmente, aos meus amigos de curso, João, Daniel e Marta(s) um muito obrigado! Foi um prazer fazer esta licenciatura em Estudos Portugueses e Lusófonos com vocês! Aos meus amigos professores um grande abraço. A todos os outros que me acompanharam, professores e colegas ,um bem-haja. É estranho pensar que é agora que acaba a ligação... Mas é um sentimento de missão cumprida.

domingo, 27 de setembro de 2009

We can be heroes




Voltei a ver novamente o Moulin Rouge e digo: se a minha vida fosse um filme seria um musical. Aliás, a minha vida já vai sendo um musical, e até há quem se irrite comigo por ir cantando frases. Mas há mesmo músicas que dizem aquilo que queremos dizer, por isso, não vejo qual o mal de cantar em vez de falar, até sai mais bonito... se soubermos cantar. Ontem, e à conta deste filme, andava com a música do Joe Cocker na cabeça - Love lift us up where we belong -mas sinceramente gosto mesmo mais da versão do filme, é cantada com mais sentimento. Aliás, esta parte do filme é só sentimento... E para além disso o papel desempenhado por Ewan McGregor está perfeito, principalmente pela cara de parvo, vulgo apaixonado, que mostra durante toda a cena.
E tem o bem de acabar com uma das músicas que mais gosto:

"How wonderful life is now you're in world."

sábado, 26 de setembro de 2009

Onde está Ele?!

Se sei onde Ele está porque deverei procurá-Lo? Porque não, simplesmente, segui-Lo? O que de simples não tem nada! Onde está Ele?! Eu acho mesmo que sei... e sigo-O.

Acho eu...

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Did i waste it?



Who's to say where the wind will take you?
Who's to say what it is will break you?
I don't know, which way the wind will blow

Who's to know when the time has come around?
I don't want to see you cry
I know that this is not goodbye

Did I waste it?
Not so much I couldn't taste it
Life should be fragrant
Roof top to the basement

U2 - Kite

Não há hipóteses! Eu gosto mesmo desta música. E, para além de gostar de a ouvir, gosto de a cantar e de a sentir. Apenas citei o refrão porque não me apetecia encher a página toda, mas numa música que fala sobre despedida... não poderia deixar de faltar esta parte neste meu post:
I wonder what's gonna happen to you
You wonder what has happened to me
Quer se queira quer não queira é isto que acontece com todas as pessoas que, tal como papagaio, vão com o vento. E não estou a tentar ser poético, mas é isso que a música diz, estou somente parafraseando. Mas é isto a vida. "Did i waste it?"

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Era hoje...

Hoje apetece-me romper barreiras. Fazer o que é errado, ouvir apenas o coração.
Hoje apetecia-me ser eu deixando tudo o resto de lado.
Hoje apetecia-me ser selvagem e arriscar.
Porque é que esse hoje não sai de mim, e acaba por ser um ontem por concluir? Era hoje...

O Gato Malhado e Andorinha Sinhá



"Curto foi o tempo do Verão para o Gato e a Andorinha. Encheram-no com passeios vagabundos, com longas conversas à sombra das árvores, com sorrisos, com palavras murmuradas, com olhares tímidos porém expressivos, com alguns arrufos também...
(...)
Um dia - dia em que a aula de canto se prolongara para além do tempo costumeiro - quando os bigodes do Gato estavam tão murchos que tocavam o solo, ela lhe pediu explicação daquela tristeza. O Gato Malhado respondeu:
- Se eu não fosse um gato, te pediria para casares comigo...
A Andorinha ficou calada, num silêncio de noite profunda. Surpresa? - não creio, ela já adivinhara o que se passava no coração do Gato. Zanga? - não creio tampouco, aquelas palavras foram gratas ao seu coração. Mas tinha medo. Ele era um gato e os gatos são inimigos irreconciliáveis das andorinhas."

in O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá
, Jorge Amado

Já me tinha esquecido da beleza deste texto e deste livro. Hoje li-o (o texto) com uma das minhas turmas de 8º ano. Pareceu-me que eles gostaram e que ficaram sensíveis à história. Talvez quando tiverem a minha idade voltem a olhar para este texto de outro jeito. A mim... a mim diz-me muito.

domingo, 20 de setembro de 2009

Senta-te aí

Podes ter uma luta que é só tua
ou então ir e vir com as marés,
se perderes a direcção da lua
olha a sombra que tens colada aos pés.

João Monge, Senta-te aí (Rio Grande)

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Boa sorte puto

E o primeiro jogo em que o meu irmão é convocado irá ser realizado no seguinte palco:


Boa sorte puto, ainda que possas não sair desses confortáveis bancos! Pode parecer um pouco estranho andar a colocar estas coisas cá, mas a alegria do meu puto deixa-me muito orgulhoso. Tal como diz o meu tio Tótó ( diminutivo carinhoso de António) "Tens orgulho no teu filho, mas eu tenho muito mais." Neste caso seria "Tens orgulho no teu irmão..."

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Vida tão estranha...

Hoje foi o meu terceiro dia de trabalho, o primeiro em que estive todo o dia. Das 8h30 às 18h15. Talvez por ter sido o dia completo tenha sido para mim o melhor dia. Apesar do sono estar às avessas, e eu ter sono a todo o tempo... - as minhas colegas de trabalho devem achar que sou um zombie, passei um dia bem feliz. Já me começo a ambientar, começo a saber nomes da juventude mais jovem que eu e hoje convivi também com o staff "educativo" do Colégio, da Creche ao ATL. Fiz hoje também o meu horário, que será qualquer coisa fantástica para aquele trabalho que foi definido como um "quase tempo inteiro". Contando as vezes que entro às 8h30 até me dá vontade de rir. É maneira de me deitar cedinho, não há outro remédio. Tenho também que ver como vou conciliar as tantas outras coisas onde gosto de estar metido... até porque quero ter vida própria, não vá a Cândida perguntar-me outra vez "Mas não tens vida própria é?".

E termino o dia a ouvir Rodrigo Leão, a fazer um texto para a Comtextos, depois de já ter feito a habitual crónica desportiva do Povo de Guimarães. Para além disso já dei atenção à família e ainda sacudi violentamente os dedos contra as cordas da guitarra. É anti-cenas, faz sempre bem...

E se calhar, antes de dormir, guardo uns minutos para a vida própria... Agora corre-me no cérebro uma voz que diz "...Vida tão estranha..." :)

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Pára de fazer sentido

"Agora pára de fazer sentido
Não vês que assim estás a pisar fora da estrada
Vê se agora páras de fazer sentido
Não vês que nada nos dirá mais do que nos diz nada

Vê que o meu coração ainda salta
Quer e julga ser capaz
Não o faça por meus medos
Faça nos dedos
E eu fico para ver o que ele faz
Sem imaginar o que eu não fiz
À espera de viver"

Borboleta, Foge foge Bandido


sábado, 5 de setembro de 2009

Saluta Dio per me



Tu che conosci il cielo
saluta Dio per me
e digli che sto bene
considerando che
che non conosco il cielo
però conosco te
mi va di ringraziare
puoi farlo tu per me?

che intanto sono in viaggio
digli pure che io sono in
viaggio
non lo so dove vado ma viaggio
e gli porterò i miei souvenir
tutti quanti i miei souvenir

tu che conosci il cielo
e poi conosci me
le sai le mie paure
mi sa che sai il perché
che non conosco il cielo
farò come potrò
starò con la gente
per stare solo un po'
facendolo il mio viaggio
cerco il pomeriggio di maggio

non lo so come vado ma viaggio
e gli porterò tutti quanti i miei souvenir


*Obrigado Liliana por me mostrares esta stupenda canzione :) E não, io non conosco il cielo...
Para além de achar esta letra lindíssima, a forma como é cantada é também genial. Dedico-a a quem está em viagem pela vida e não sabe onde vai. Que alguém saúde Deus por nós, os que não conhecemos o céu...

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Tempo

Porque é que o tempo demora tanto tempo a chegar?

Fireworks

Hoje vi o belo do fogo de artifício da praia dos pescadores, descalço(a areia um pouco fria), com o mar super brilhante e calmo - a lua está quase cheia...
Amanhã quero ir dar um mergulho de noite... a minha única hipótese é convencer o meu tio, estas coisas não têm piada sozinho. É bom é para partilhar, é que assim há mais alguém que sente algo perto do que eu senti. Não é essa a lógica disto tudo? Se calhar sou eu que estou a ver mal...

E já agora, não faço ideia como a anda a alma da minha amiga Emília, mas engraçado como me tenho visto tão perto dela nestes últimos dias... Também "preciso de me esvaziar" e talvez pensar menos. Maldição que não sou um Alberto Caeiro nem pretendo ser um Ricardo Reis... Sou um Fábio, parvo, Bajoujo.

Ah, a banda sonora desta noite foi esta

"E até nos momentos em que digo que nao quero
E o que sinto por ti sao coisas confusas
E até parece que estou a mentir,
As palavras custam a sair,
Nao digo o que estou a sentir,
Digo o contrario do que estou a sentir."


Problema de Expressão, Clã

Têm sido curiosas as músicas que ouço e que me ficam na cabeça. Gosto imenso desta.

A da tarde foi esta

"Eu só queria dançar contigo
sem corpo visível
dançar como amigo
se fosse possível
dois pares de sapatos
levantando o pó
dançar como amigo só"
Engraçado como os Clã estão nas duas músicas... mas esta última é a minha favorita! "Pisemos a pista, é bom que se insista!"

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

We can't go on together with suspicious minds...



Esta música é tão, tão, tão, tão boa, e a performance do REI Elvis é fabulosa! Teho pena de não poder ter sido do tempo desta lenda. Há uma diferença muito grande quando uma música é cantada com alma, e Suspicious Minds by MR. Elvis Presley é qualquer coisa de especial.

E depois vem-me com esta letra... maldito!

We're caught in a trap
I can't walk out
Because I love you too much baby

Why can't you see
What you're doing to me
When you don't believe a word I say?

We can't go on together
With suspicious minds
And we can't build our dreams
On suspicious minds

So, if an old friend I know
Drops by to say hello
Would I still see suspicion in your eyes?

Here we go again
Asking where I've been
You can't see these tears are real
I'm crying

Oh let our love survive
Or dry the tears from your eyes
Let's don't let a good thing die

When honey, you know
I've never lied to you
Mmm yeah, yeah

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Se fosse só contar até 3



Mas sei que foi sempre assim
Mais olhos que barriga
Mais sono que fadiga
Há sempre tempo para parar
Saber se vale a pena
Ou ficou por fazer

É só contar até 3 (1...2...3)
Vou nascer outra vez
Fechar os olhos (1...2...3)
Vou nascer outra vez
Respirar bem fundo (1...2...3)
Vou nascer outra vez
Começar de novo (1...2...3)
Vou nascer outra vez

Nunca foi boa escolha
Ficar à espera para ver
Por mais que a gente sofra
Um dia havemos de morrer

Mas sei que foi sempre assim
Mais garganta que vontade

Mais treta que verdade

Há sempre tempo para pensar

Mudar alguma coisa

Ou me parto a loiça

sábado, 29 de agosto de 2009

Twitter

Em pleno Conselho Nacional apercebo-me que me apaixonei... Não foi por nenhuma rapariga, não. Foi pelo Twitter. Estou viciado! Espero que quando acabar o CN deixe de estar tão agarrado ao Twitter. Impressionantemente até me faz estar atento ao CN :) Tirando as partes em que fico com sono!

Live from Figueira da Fox, isto está a correr bem! :)

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Ecos da Terra


Apesar de só ter estado durante um dia no festival, estou como diz o meu pai: "Gostei logo do ambiente. Os rastas e os gajos com aquelas calças como as tuas, tudo em paz...". Se calhar, até o progenitor gostaria de ter ficado no festival. Fica para uma próxima.

Foi pena foi não ter gostado tanto das duas últimas bandas que pareciam estar sempre a tocar a mesma coisa. Olive Tree Dance e Djamboonda. Só conhecia os primeiros, provavelmente pelo invulgar uso do Didgeridoo.
Os melhores da noite foram, para mim, os "Pé na Terra", banda que também já tinha ouvido falar, e da qual conhecia a versão da "Maria Faia", e que foi a única banda que me fez dançar... Uma pena que acabaram rápido. Eles e o hidromel...

Quanto a Celorico, aquilo está espectacular. Uma terra pequena mas que convida a lá voltar, pois está muito muito bem cuidada. De manhã, quando já todos os meus compinchas tinham abandonado a cidade, ainda fui dar mais uns mergulhos à Praia Fluvial. Antes tinha esperado um tempão por um compal, onde ainda conversei um pouco com uns colegas que iam para o Porto. Que maravilha de manhã de domingo. Depois foi entrar na camioneta, trocar em Gandarela, e ir dormindo o resto da viagem, acordando aos poucos...

Foi pena o dia terminar com o injusto triunfo dos gajos de vermelho contra um Vitória que me deixou feliz. Pode ser que quando houver justiça no futebol e os árbitros não forem sócios do adversário consigamos ganhar jogos.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

I'm talking to you Jailer!

"Life is not about your policies
All the time
So you better rearrange your philosophies
And be good to your fellow man, jailer!"

sexta-feira, 31 de julho de 2009

And if the night runs over, and if the day won't last



Com esta banda sonora!

"I am still enchanted
By the light you brought to me

I listen through your ears

Through your eyes I can see"
Já tinha saudades de ouvir U2 e de ter momentos em que quisesse que tudo parasse e que a banda sonora estivesse a tocar...

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Pontes de Esperança

Depois de um Acampamento do MCE que correu mesmo bem, e que tinha como tema "Pontes de Esperança", encontrei este poema do Almada Negreiros. Estava à procura de um poema dele que há uns tempos me fascinou. Ainda não encontrei. Ao invés, fui ter a um poema simples e belo. "Esperança".

Esperança:
isto de sonhar bom para diante
eu fi-lo perfeitamente,
Para diante de tudo foi bom
bom de verdade
bem feito de sonho
podia segui-lo como realidade
Esperança:
isto de sonhar bom para diante
eu sei-o de cor.
Até reparo que tenho só esperança
nada mais do que esperança
pura esperança
esperança verdadeira
que engana
e promete
e só promete.
Esperança:
pobre mãe louca
que quer pôr o filho morto de pé?
Esperança
único que eu tenho
não me deixes sem nada
promete
engana
engano que seja
engana
não me deixes sozinho
esperança.

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Um dia desses

"E o que é que acontece quando o Fábio ouve uma música que gosta?Ouve-a vezes sem conta." Ouvi na rádio e fiquei logo com o refrão na cabeça, é mesmo automático, depois foi ver como era o resto, depois ouvir vezes sem conta... É bom demais.


De tanto me perder, de andar sem sono
Por essa noite sem nenhum destino
Por essa noite escura em que abandono
Os sonhos do meu tempo de menino

De tanto não poder mais ter saudade
De tudo que já tive e já perdi
Dona menina
Eu me resolvo agora ir me embora
Pra bem longe e daqui

Um dia desses eu me caso com você
você vai ver.. ai ai..você vai ver
Um dia desses de manhã com Padre Pompa
Você vai ver como eu me caso com você

Meu pobre coração não vale nada
Anda perdido, não tem solução
Mas se você quiser ser minha namorada
Vamos tentar, não custa nada

Até pode dar certo..ai ai
E se não der eu pego um avião
Vou pra Shangai e nunca mais eu volto pra te ver...

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Concertos de Verão | Post 202

No último sábado lá estávamos no primeiro concerto de verão, Fragmentos. Apesar de só conhecer duas músicas achei piada a outras, e gostei particularmente do facto de eles repetirem as músicas conhecidas. Pelo menos essas cantei a bom som...eu e quase todos. Foi bom.
Já agora, este é o post 202. À velocidade do vento!

sexta-feira, 10 de julho de 2009

São vidas

"But I can't help myself
I can't stop myself
I am going crazy
And I can't stop myself
Can I control myself
I am going crazy"


Como é que hoje fui ouvir esta música? São vidas. :)

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Mia quem?


Eu a pensar que vinha o autor de Vinte e Zinco, ou O último voo do Flamingo, e afinal vem um(a) desconhecido a apresentar um livro com o mesmo título do autor citado em cima...
Estranhas coisas da vida.

Aleixo no Brasil

E aqui vai o Aleixo no Brasil, esse enredo fantástico com os míticos Bruno Aleixo, Seu Jaca... e outros que não posso contar, senão estraga a surpresa. Porém, ainda acho que o melhor deste "Aleixo" é "O Programa do Aleixo". Se procurarem no Sapo Vídeos está lá tudo...

Aleixo no Brasil 1


Aleixo no Brasil 2


Aleixo no Brasil 3


Aleixo no Brasil 4


Aleixo no Brasil 5


Aleixo no Brasil 6


Aleixo no Brasil 7

O Programa do Aleixo

Curioso. Quando estava aqui preparado para publicar os vídeos sobre um dos meus programas preferidos, "O Programa do Aleixo", fui abrindo outras janelas de blogues e no blogue do Samuel, o Colina Sagrada, encontro lá um post que dizia:
"Bruno Aleixo é o maior fenómeno recente do humor nacional, produto da geração web 2.0 e de referências cruzadas entre a cultura popular ocidental, nacional e brasileira. Está no Convívio na próxima quinta-feira."
Boa! Assim lá vou ver quem está por detrás disto, como começaram e afins... Também eu há muito tempo tive uma ideia desta, mas seria um programa áudio em podcast. Infelizmente, tanto eu como o Rui não quisemos nada com isto e abandonamos a ideia. Mas que seria bom um programa de áudio alternativo, lá isso seria. Alguém para o fazer comigo? Eu tou in. Até tinha título... :(

terça-feira, 7 de julho de 2009

Surreal




Alguém me diz como se faz isso? "Eu queria jogar à bola..." mas os meus pés não deixaram!

segunda-feira, 6 de julho de 2009

80.350

Nunca vi disto. 80.350 mil pessoas para ver Cristiano Ronaldo.
E ainda acham que os portugueses são insignificantes... É por isto que gosto do Ronaldo.

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Paciência

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
A vida não pára...

Enquanto o tempo
Acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora
Vou na valsa
A vida é tão rara...

Enquanto todo mundo
Espera a cura do mal
E a loucura finge
Que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência...

O mundo vai girando
Cada vez mais veloz
A gente espera do mundo
E o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência...

Será que é tempo
Que lhe falta prá perceber?
Será que temos esse tempo
Prá perder?
E quem quer saber?
A vida é tão rara
Tão rara...



Ultimamente tenho andado a ouvir música brasileira, para acompanhar qualquer tarefa, a mais chata ou a mais engraçada, sabe sempre bem ouvir algumas músicas em português e com letras deliciosas. Lenine ou Cássia Eller despertam sentimentos diferentes e se calhar é por isso que gosto de ouvir os dois na mesma altura. Junto a estes os Junk, numa versão da "Primeiros erros" com o Tim que não me canso de ouvir. Entretanto, lá vou tendo um "pouco mais de paciência"... Acho que faço demasiadas coisas ao mesmo tempo, se calhar um dia vai chegar aquele sentimento que Susana já avisou - "Estar em tantas coisas, mas não fazer tudo...". Acho que era mais ou menos isto, pelo menos o sentimento parece este. Ainda não está cá dentro, até porque começo mais um novo desafio, e vem aquele parte do "Vai ser muito bom, vou fazer muitas coisas."
Ontem a Suzzanne (não percebo, é só Susanas) perguntou-me "Are you anytime not busy?". Respondi-lhe que claro que tenho tempos em que estou livre, mas porra... na verdade, "livre" não é bem o termo!

sábado, 20 de junho de 2009

"Wouldn't be good enough?"


One night to be confused
One night to speed up truth
We had a promise made
Four hands and then away

Both under influence
We had divine scent
To know what to say
Mind is a razor blade

To call for hands of above
To lean on
Wouldn't be good enough?
For me, no

One night of magic rush
The start a simple touch
One night to push and scream
And then relief

Ten days of perfect tunes
The colors red and blue
We had a promise made
We were in love

and you, you knew the hands of the devil
and you, kept us awake with wolf teeths
sharing different heartbeats
in one night


José González, heartbeats

segunda-feira, 25 de maio de 2009

E era o último...


Afinal esta era mesmo a última cena da (espectacular) temporada 5 de House M.D..
Porra! Quando começa mesmo a próxima temporada?

sábado, 23 de maio de 2009

Finalmente!


Finalmente terminou uma época medíocre e que só me fez crescer cabelos brancos! Um Aleluluia para o regresso do Douglas, um Dr. da bola e mais uma vez o meu desalento por saber que para o ano vou apanhar novamente com um treinador com problemas de visão muito grandes. Só faltava ao Douglas pegar numa tarja - como as dos White Angels - e dizer "Mister não me consigo mexer. Pode-me tirar de campo?".
Que seja a equipa melhor para o ano, e que a alma seja também bem maior. Até para a próxima época, no sector EJ, espero eu.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Assim devera eu ser...

Alexandre O'Neill fabricou um belo poema, Alain Oulman uma bela melodia, Amália um belo fado e Fernando Ribeiro, Sónia Tavares, Paulo Praça e Nuno Gonçalves um novo arranjo que transforma esta música numa agradável melodia meia pop meia folk
Fiquei encantado com este projecto, mas a música que mais gosto do CD, "Formiga Bossa Nova", ainda me encanta mais. "Foi Deus" e "Gaivota" têm também interpretações de se tirar o chapéu. Mais bonito é que os amantes de Amália Rodrigues acolheram de braços abertos o projecto, e já que estou numa de tirar o chapéu, tiro-o ao Fernando Ribeiro. Grande pinta, o homem que parece um mau da fita, com os seus imponentes kilómetros de altura, vocalista de uma banda metal portuguesa (às vezes pensa-se que são filhos do Diabo) aparece a cantar Fado transformado em Pop de uma forma muito boa. Como dizem os sentimentalistas, Amália certamente sorriria com tudo isto...


Formiga Bossa Nova - Amália Hoje

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Todas as Ruas do Amor



Se sou tinta tu és tela
Se sou chuva és aguarela
Se sou sal és branca areia
Se sou mar és maré-cheia
Se sou céu és nuvem nele
Se sou estrela és de encantar
Se sou noite és luz para ela
Se sou dia és o luar

Sou a voz do coração
Numa carta aberta ao mundo
Sou o espelho d’emoção
Do teu olhar
Profundo
Sou um todo
Num instante
Corpo dado
Em jeito amante
Sou o tempo que não passa
Quando a saudade
Me abraça

Beija o mar o vento e a lua
Sou um sol
Em neve nua em todas as ruas
Do amor
Serás meu e eu serei tua

Flor de Lis

domingo, 10 de maio de 2009

Yesterday

Que belo piquenique (avec moi) [- piada estúpida -] que ontem fizemos. Começámos com o céu nublado, mas com o espírito alegre. Acabámos com a Lua resplandecente a seguir o nosso rasto. Comemos, cantamos, jogámos futebol, andamos à roda...

Depois, as nuvens fugiram e era tudo muito claro. Estava uma bela noite que até dizíamos inocentemente: "Amanhã, vamos à praia?" Hmm, agora, ao olhar para fora não me parece que esteja tempo para ir para a praia, mas nunca se saberá o que se passa perto do mar...

Yesterday? All my troubles seemed so far away! Hoje igualmente. Troubles? So far away!

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Lucky...


Mais uma música com boa vibe, assinada pelo Mr. Az.Tão bom como a música é cantar descalço. Sabe tão bem estar descalço, então adorar tocar e cantar descalço é uma libertação. Só nunca o fiz foi num programa de televisão.

Sim, pode-se dizer que será a (minha) música do momento.

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Banda Sonora

Começou hoje a minha curta maratona de trabalho na loja do meu pai. Obviamente, o motivo tem que ser Informático. Para vender sapatos chegam as pessoas que já estão. Deve acabar rápido, conforme a minha produtividade, mas de qualquer das maneiras vai fazer com que passe estes dias a ouvir música da boa...Tumba!

"Dois corações sozinhos a dor juntou
Dois corações perdidos sem ter ninguém
Bastou um só carinho e tudo mudou
E entre nós começou mal e acabou bem"

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Pelo céu às cavalitas...


Os teus olhos foram esperança,
os meus olhos girassóis,
fomos onde a vista alcança,
da nossa janela.

Já deixei de ser criança,
e tu dormes à lareira
ainda sinto a minha estrela nos teu caracóis.

Caçador de sóis, Ala dos Namorados

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Fair-play?

Custa-me ver o meu irmão triste por causa de um clube que é gerido por um boneco que só vê dinheiro naqueles putos... E ainda lhe chamam Fair-Play!

quarta-feira, 11 de março de 2009

Obrigado Gunners!



Graças a um erro meu passei os últimos minutos com o coração nas mãos, mas o Arsenal acabou por vencer nas grandes penalidades e devolver-me a serenidade... e a loucura! Acho que nunca sofri tanto nuns penalties por outra equipa que não o meu Vitória como hoje, mas valeu!

sexta-feira, 6 de março de 2009

Deus existe?

E foi mais ou menos assim, no episódio de hoje de "The Office", que passou na TVI às tantas.
Depois de convicto que Deus existe, surge a pergunta para os indecisos!

"Deus existe?

Então porque há tantas Igrejas?

...




Deus existe?

Então quem é o pai de Jesus?"


Acabaram-se as dúvidas!

segunda-feira, 2 de março de 2009

Cicerone

A Liliana está cá de férias e, entre as nossas conversas em italiano/inglês, entre eu falar português ou ela falar só italiano, entre a minha tia falar em francês com ela, a minha mãe e o meu pai com gestos e o meu irmão grunhir cada vez que tem que falar inglês, eu diria que a barreira linguística é facilmente ultrapassada.

No entanto, consegui reparar numa coisa muito simples: Não sou um bom Cicerone!

"Fábio, tomorrow we will get up early to see the city?"
"Hmm?? Tou lixado!"

(:

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Sonho dos Outros

Há sempre uma imagem...
Sempre esta imagem de nós
imperfeitos, inacabados longe dos sonhos

e há sempre sonhos
sonhos doces, tão mágicos, tão desejáveis
mas tão longe do que somos e temos

há sempre outros
sempre esses outros que nos avaliam
que nos fazem corar, sorrir, amar, chorar.

e há sempre nós...
Nós bonitos, nós feios,
nós sozinhos, nós amados...

Quem me dera que houvesse
sempre uma imagem de nós
nos sonhos dos outros!

Rita Wemans

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Fim de semana em Amizade





Valeu muito a pena, principalmente por quatro coisas:

1 - A quantidade de gargalhadas/sorrisos dadas/dados por hora, ou seja a Diversão.
2 - O convívio com quatro jovens amigos de extrema boa disposição.
3 - A participação na manifestação no Domingo, sobre o "Bilinguismo na Galiza", onde caiu porrada como chuva.
4 - As rações de comida, que mais parecia para Javali. Assim foi! Comi como um Javali!

Ah, e é sempre bom passear. Vale a pena viver a amizade assim!
Certamente que há mais razões para este fim de semana ter valido a pena, não me arrependo nada de ter ido!

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Vitória...

É bom ver que também entrámos na festa de proporcionar uma final Lisboeta da Taça da Liga, provavelmente a competição mais polémica do Mundo.
Pelo jogo de ontem deu para ver um Vitória diferente, provavelmente o clube mais solidário do mundo.

E não é que já vão em 3 o número de jogos que demos ao Benfica?
Tou farto disto! F*#&-se

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

This is the life



Esta música define tão bem aquele sentimento de estar com os meus amigos nas cantorias - "singing the songs, thinking this is the life!!", ou simplesmente estar até às tantas e depois acordar com a cabeça a pesar o dobro... mas com um sorriso na cara!!.

"And you're singing the songs
Thinking this is the life
And you wake up in the morning and your head feels twice the size
Where you gonna go? Where you gonna go?
Where you gonna sleep tonight?"

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Sitiados

Bem que poderia ir para a rubrica "O que é feito de ti?". A verdade é que João Aguardela, vocalista dos sitiados morreu hoje, com 39 anos, de cancro. Era uma daquelas personagens que já mal me lembrava ouvir falar nele, no entanto, como confesso admirador da música dos Sitiados, e da sua voz e banda, foi com pena que vi a notícia. Todos os dias morre gente, é certo, mas tenho pena que o Aguardela tenha morrido, pois apesar dos Sitiados já se terem extinto há uns tempos, o homem é sem dúvida um símbolo da música portuguesa, ou haverá muitas bandas pop/rock com acordeão e tanto estilo?

Vida de Marinheiro
Vamos ao Circo
Formiga no Carreiro

Voltámos lá!


Depois de uma bela noite, voltámos ao nosso lugar!
Voltei a olhar para a nossa cidade com um brilho nos olhos, por estar com vocês! É bom demais partilhar momentos que só nos entendemos, ou mesmo "Stand by me's" que só nos faríamos!
Ontem, como já tinha dito, sentia-me com pica, feliz!
Ir ao nosso lugar, apanhar com aquela chuva espectacular na cara, levar com o vento nas orelhas a zoar por um espaço que era só nosso e ser abraçado pelo nevoeiro foi o auge! Tudo isto tem sentido com as vossas pessoas, logicamente!
Voltámos lá com uma nova companhia... Obrigado pela confiança e amizade, o texto também é todinho para ti A**! "- Diz lá como sabe bem levar com aquela chuva! É tão poderoso!"

Uma palavra para a nossa Susana emigrante: "É tão bom uma amizade assim... faz tão bem saber com quem contar!" Gostámos muito de te ter connosco, sempre que possas estamos ao teu dispor, ou pelo menos eu estou!

Aos outros senhores, que se pautam pela persistência e incrível doideira, continuem, por favor, a ser assim. Nuno (que ganha claramente em persistência e doideira aos outros friorentos), Emília e Nelson, o mundo é nosso!

À nossa!

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Simply "The Best"


Chamem-lhe o que quiserem, eu chamo-lhe "O melhor do mundo de 2008"!
Fez-se justiça e o melhor jogador do mundo acabou por receber o reconhecimento do organismo máximo do futebol. Para além de ultrapassar as fronteiras do futebol e do desporto, isto traduz-se num exemplo de luta! Se o Ronaldo é presunçoso, avarento, mulherengo, etc., a mim não me diz respeito, o que me interessa é ele ser o melhor do mundo naquilo que faz, e o modo como chegou ao topo é um misto de arte e trabalho - já dizia Horácio!
E depois da chamada dele para o "Prós e Contras" de ontem só calou os bicos que o apelidam de "nariz empinado". O gajo parecia um puto a quem deram a melhor prenda do mundo, e ligou, acima de tudo, para agradecer àqueles que lá estavam e que o fizeram chegar ao topo! Só pedia que não o comparassem mais ao Figo (afinal, o Pesetero, que há anos falou em Espanhol na Gala da Fifa, é agora visto como o maior!)!

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Let it snow, let it snow and snow!

video

Hoje de manhã foi a maneira de me tirar da cama: "Está a nevar, filho!". Ao primeiro o Fábio ficou na cama, pensando ser brincadeirinha da mamã, mas depois lá se levantou e exclamou: "Tá tudo branco!!" Escusado será dizer que até às 15h00, quando saí de casa estava muito mais nevado, pois não parou de nevar desde as 9h30!!

A esta hora, quando a cidade de Guimarães já está quase livre dos vestígios da neve, à volta de minha casa ainda está tudo muito branco mesmo, então a estrada está genialmente coberta! Uh!